CONTATO: unistaldense@hotmail.com

VEREADOR RECEBIA PARTE DE SALÁRIO DE SERVIDORAS

Um vereador, de São José - SC, teve condenação mantida por atos de improbidade administrativa. Segundo a inicial da ação civil pública proposta pelo MP, o político obrigara duas servidoras a repassarem parte do salário.
Conforme o Misnitério Público, o réu havia intermediado a contratação das servidoras, mas compeliu ambas a repassar-lhe parte da remuneração. Uma pagava R$ 190 e a outra, R$ 300, sendo que recebiam pouco mais de R$ 800 líquidos na época dos fatos. Além do dinheiro, também eram obrigadas a distribuir panfletos e cartões fora do horário de expediente.
Devido à reprovabilidade e ofensa à moralidade, as sanções foram devidamente aplicadas e, caso queiram, as mulheres prejudicadas podem buscar na Justiça o ressarcimento dos valores indevidamente repassados.

EM TEMPO: Estes tipos de atitudes, mesmo parecendo não existir, são bastante comuns. Atos inaceitáveis, que persistem em ficar no oculto, praticados por políticos corruptos, que se aproveitam da necessidade das pessoas, para encher o seu próprio "bolso".
Às vezes o medo de perder o "emprego", colabora para isto não ser revelado.
Mas estamos em um período eleitoral, e a melhor resposta para tais atos é o seu voto. 
Faça sua parte, Não vote neste tipo de político, não vote em corrupto.

Nenhum comentário: