CONTATO: unistaldense@hotmail.com

UNISTALDA CONTRA A VIOLÊNCIA

 
“PROJETO DE PREVENÇÃO ÀS VIOLÊNCIAS”
O processo de transformação da sociedade é também o processo de transformação da saúde e dos seus problemas sanitários.
A saúde sendo um bem da vida de crianças, adolescentes, homens, mulheres e idosos, em toda sua diversidade e singularidade, a Secretaria Municipal de saúde de Unistalda, assume o seu papel de promove a vida, utilizando os instrumentos que lhe são próprios: as estratégias de promoção da saúde e de prevenção de doenças e agravos, bem como a melhor adequação das ações relativas à assistência, recuperação e reabilitação, através de ações e serviços de saúde, de modo que se reduza a vulnerabilidade ao adoecer.
O tema inclui-se no conceito ampliado de saúde que, segundo a Constituição Federal e a legislação dela decorrente, abrange não só as questões médicas e biomédicas, mas também aquelas relativas a estilos de vida e ao conjunto de condicionantes sociais, históricos, e ambientais nos quais a sociedade vive, e trabalha, relaciona-se e projeta seu futuro.
As violências configuram, assim, um conjunto de agravos à saúde, que podem ser físicas ou psicológicas, podem ou não levar a óbito, no qual se incluem as causas ditas acidentais – devidas ao transito, trabalho, quedas, envenenamentos, afogamentos e outros tipos de acidentes - e as causas intencionais (agressões e lesões auto-provocadas).
O projeto Prevenção à Violência do município de Unistalda busca consolidar a influência da notificação, identificação e encaminhamento das ocorrências de todos os tipos de violência, conforme determina a portaria nº 104/GM/MS, de 25 de janeiro de 2011. E a partir daí, seja possível obter conhecimento, ampliação e qualificação do atendimento aos casos de violência, além de mostrar um mapa das situações de violência que ocorre no município.
Nesse sentido, a proposta de garantir que a questão da violência seja tratada de forma abrangente e compartilhada e que, sob a perspectiva da promoção da saúde, venha a desenvolver um trabalho inter-setorial, de estímulo à participação social e de incentivo à adoção de um posicionamento mais cidadão e solidário na defesa de um modo de viver mais saudável.

RESULTADOS ESPERADOS

· Informar a população sobre os tipos de violência, encaminhando os casos para notificações e facilitando a intervenção dos profissionais.

FONTE: Sec. de Saúde de Unistalda

Nenhum comentário: