CONTATO: unistaldense@hotmail.com

Trabalhadores vão à Justiça reaver perdas do FGTS


A correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em percentual inferior à inflação do país, provocou no ano passado perdas aos trabalhadores equivalentes a R$ 23 milhões. Na última década, considerando uma inflação média anual de 5,5%, o rombo chegaria a R$ 150 bilhões. Enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fechou 2012 em 6,2%, a remuneração do FGTS, de 3% ao ano, mais a Taxa Referencial (TR), ficou em 3,2%, no mesmo período.

Todos os trabalhadores que tiveram e/ou tenham algum saldo em seu FGTS entre 1999 e 2013, aposentados ou não, têm o direito de reaver as perdas do benefício.

As ações podem ser movidas por aposentados, demitidos ou mesmo por aqueles que efetuaram saques, explica o advogado José Amélio Ucha Ribeiro Filho, do Ribeiro Filho Advocacia e Consultoria, cuja matriz é em Santiago-RS, na Rua Bento Gonçalves, 1619, sala 02, em frente a Câmara de Vereadores.

Nenhum comentário: