CONTATO: unistaldense@hotmail.com

SINA ESTRADEIRA - MARIO NENÊ

QUEM TRAZ NA ALMA A GANA DE IR EMBORA
IGUAL AVE MIGRATORIA NUNCA FICA NO SEU CHÃO
A MUITO TEMPO EU DEIXEI MINHA QUERENCIA
BUSCANDO NOVAS VIVENCIAS QUE NÃO TINHA NO RINCÃO
HOJE ENTENDO COMO O DESTINO É MALEVA
AQUELA ESTRADA QUE LEVA NÃO É A MESMA DE VOLTAR
POIS O ANDANTE QUE FAZ O PROPRIO CAMINHO
FICA PRESO EM ESPINHOS SEM RUMO PRA RETORNAR
VELHA UNISTALDA CAMPEIRA A CAPITAL DO PAU-FERRO
HOJE DESTERRO MINHAS ANCIAS ESTRADEIRAS
DEIXEI UM DIA TEUS CAMPOS CAMPERIANDO
LIBERDADE HOJE TRAGO A SAUDADE QUE PERDURA
A VIDA INTEIRA LEMBRO DOS TEMPOS QUE ANDAVA NOS TEUS CAMPOS
CIGARRAS E PIRILAMPOS
E AS ARTES DA GURIZADA
AS PESCARIAS CAÇADA E BANHO DE SANGA
MASSANILHAS E PITANGAS
E AQUELAS MANHÃS DE GEADAS
O CARNEIRINHO TANTA HISTORIA
QUANTAS LENDAS DE TESOUROS E CONTENDAS
QUE ENCANTOU-ME QUANDO PIÁ
O YNHAQUÂ E OS CAUSOS DE SUMIDOUROS
E ALGUNS ENTERROS DE OURO QUE AINDA EXISTEM POR LÁ

Autor: Mario Nenê

Nenhum comentário: