CONTATO: unistaldense@hotmail.com

Banda Destaque Brasil Show: Viagem interrompida por morte


Em vez das músicas que há mais de 15 anos são tocadas pela Banda Destaque Brasil Show, o som que se ouvia, na manhã de sábado, no km 406 da BR-290, era o do choro e o do desespero. Por volta das 4h40min, o ônibus da banda saiu da pista junto à cabeceira da ponte sobre o Arroio Canas, em Santa Margarida do Sul, e caiu na água, matando Genara Veriato de Moura, 33 anos, e deixando outros sete feridos.

O grupo, composto por 13 pessoas, havia saído de Candelária, cidade onde mora, à 0h45min, e seguia para Santana do Livramento, onde faria um show na noite de sábado. Dois motoristas se revezavam na viagem. Segundo um deles, Sinval Correa Flores, 55 anos, de madrugada, ele sentiu fome e resolveu parar em um posto de combustíveis, em Santa Margarida, para lanchar.

O outro condutor, Sérgio Prado Correa, cuja idade não foi divulgada, aproveitou para assumir a direção do veículo. Menos de um quilômetro depois, Sinval disse ter ouvido os gritos de Sérgio e percebido que o motorista girava a direção do ônibus de um lado para outro, demonstrando não ter controle sobre o veículo. O que se seguiu foram momentos de pânico e de aflição.

– Quando vi, estava descendo (o ônibus). Me segurei na cabine e, quando parou, saí pela janela, porque a água já estava entrando (no veículo) – relatou Sinval.

O coletivo bateu no guard-rail da ponte, desceu o barranco e atolou no fundo do arroio, que, em épocas como esta, de menos chuva, costuma ter menos de meio metro de altura. Com o impacto, os equipamentos e as estruturas usadas na montagem do palco, que estavam no fundo do veículo, caíram sobre os passageiros.

Apesar da tragédia, o motorista agradeceu a Deus por estar vivo. Ele acredita ter nascido de novo:

– Agora tenho mais um aniversário para comemorar.

Embaixo da ponte, sentado em um cobertor, ao lado do ônibus, com olhos fixos no veículo, o técnico de som Mairon Júnior da Cruz de Moraes, 17 anos, chorava incessantemente. Ele contou que ajudou a tirar da água o vocalista da banda e companheiro de Genara, Person Elizar Alves, 34 anos. Alves e a mulher estavam sentados no interior da cabine na hora no acidente. O casal foi projetado para fora do ônibus pelo vidro da frente.

– Ele (Person) estava acordado e só pedia: acha a Gê, acha a Gê – contou o adolescente emocionado.

Alves foi socorrido pelos bombeiros e levado ao Pronto-Socorro (PS) da Santa Casa de Caridade de São Gabriel. Ontem à tarde, ele seguia internado, sem risco de morrer. Outras seis pessoas (Mariele Gomes, 28 anos, Maiquel Rômulo Alves da Silva, 27, Douglas Rodrigues Aires, 18, Diovane Ribeiro Santos, 28, Ezequiel de Paiva Silva, 26, e Antonio Carlos Thumé, 33) também foram levadas ao PS com ferimentos leves.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de São Gabriel, Genara foi encontrada morta por volta das 7h30min, no arroio, alguns metros abaixo do local do acidente. O corpo estava submerso, encoberto por galhos da margem, e tinha um corte na nuca.

Falha mecânica – A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias do acidente, mas a PRF acredita em falha mecânica. A barra de direção teria quebrado, e a mangueira do líquido de freio, se rompido, impossibilitando que o motorista controlasse o veículo. O ônibus foi retirado do local, no final da manhã de sábado, com a ajuda de um guincho.

Ainda sob o impacto da fatalidade, na recepção do hospital de São Gabriel, o pai de Genara, Francisco Veriato de Moura, 67 anos, desabafou:

– Nunca gostei que ela também saísse, mas é o destino.

Genara era agente de saúde em Candelária e tinha dois filhos, Brenda, 8 anos, e Renan, 3.

Tomado pela dor da perda, o funcionário público aposentado, que passou décadas percorrendo as rodovias do Estado a trabalho, pelo Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), lamentou ter perdido a única filha, justamente em um acidente de trânsito. Ele disse que Genara não costumava acompanhar o companheiro nas viagens, mas que ela havia entrado em férias na sexta-feira e resolveu aproveitar a oportunidade para fazer compras em Rivera, no Uruguai.

FONTE: DIÁRIO DE SANTA MARIA

Nenhum comentário: