CONTATO: unistaldense@hotmail.com

GAUCHÃO: Grêmio 6 X 0 Inter-SM

O Inter-SM até foi ao gramado do Olímpico, ontem à noite, com a força de vontade de Davi para o confronto com o Grêmio. Mas, ao contrário da história bíblica, foi o gigante Golias, no caso, o tricolor, quem levou a melhor. Mesmo com uma raça raramente vista neste Gauchão Coca-Cola, em especial no primeiro tempo, o colorado santa-mariense sucumbiu e foi goleado por 6 a 0. O time segue na lanterna do Grupo 11 da Taça Farroupilha, o segundo turno da competição, e está caminhando a passos largos rumo ao rebaixamento.

Sob chuva, o Grêmio começou a confirmar a vitória cedo. Aos dois minutos, Gilson recebeu na grande área e foi tocado pelo volante Deurick, em jogada que não oferecia perigo: pênalti. Na cobrança, um minuto depois, Douglas bateu com precisão e abriu o placar. Pelas laterais, o tricolor seguiu em cima, aproveitando os erros de posicionamento da zaga.

Aos poucos, o Inter-SM começava a levar perigo. Com toque de bola e boa movimentação dos meias, o time criou o que não conseguiu em outros jogos. Mas parou nas boas defesas de Marcelo Grohe, nos chutes de Elias, de longe, aos 12 minutos, e na cobrança de falta de Dinei, aos 16. A melhor chance veio com Cadu, que recebeu dentro da área e chutou rente ao poste, aos 21.

A máxima do futebol de que quem não faz leva se confirmou aos 23 minutos. Mário Fernandes tabelou, recebeu na área colorada e chutou cruzado para fazer o segundo gol do Grêmio. O Inter-SM ainda teve a chance de descontar aos 37 minutos, em pênalti cometido por Rodolfo, que colocou a mão na bola dentro da área após chute de Cadu. Dinei bateu, mas Grohe defendeu.

No segundo tempo, o time santa-mariense cansou e foi envolvido pelo tricolor, que chegou à goleada naturalmente. Viçosa tocou na saída do goleiro, aos sete minutos, e fez o terceiro. O caminho foi facilitado com a expulsão do lateral-direito Diogo Fernandes, dois minutos depois. Rafael Marques, de cabeça, aos 21 minutos, e Leandro, em finalizações na área, aos 31 e as 43, completaram o placar: 6 a 0. Luiz Henrique ainda foi expulso.

– A equipe começou jogando bem, mas tomamos gols em erros nossos. Perdemos dois jogadores suspensos por pura leviandade – desabafou o técnico Suca.

FONTE: DIÁRIO DE SANTA MARIA

Nenhum comentário: