CONTATO: unistaldense@hotmail.com

Kadafi acusa ocidentais de "complô colonialista"

O dirigente líbio Muamar Kadafi acusou os ocidentais, em particular a França, de liderar um "complô colonialista" contra seu país, em uma entrevista exibida na manhã desta quarta-feira pelo canal de televisão francês LCI.

Em outra entrevista, a uma emissora líbia, Kadafi afirmou que o objetivo do complô é o controle do petróleo e acusou os rebeldes de "traição", voltando a afirmar que eles são apoiados pela Al-Qaeda.

— Querem colonizar de novo a Líbia. É um complô colonialista — disse Kadafi, ao ser questionado sobre as posições dos países ocidentais, em particular da França.

— Os países colonialistas tramam um complô para humilhar o povo líbio, reduzi-lo à escravidão e controlar o petróleo — disse Kadafi, segundo o canal líbio, em um discurso na cidade de Zenten, 120 km ao sudoeste de Trípoli.

Também questionado se teria previsto medidas de represália contra a França, Kadafi se limitou a responder "veremos", ao mesmo tempo que se declarou confiante em futuras visitas a Europa, "uma vez que tudo isto tenha terminado".

Na terça-feira, as forças do regime de Muamar Kadafi aumentaram a pressão sobre os rebeldes, com bombardeios aéreos e por terra contra o leste da Líbia e combates aos insurgentes no oeste, em um momento de intensificação dos pedidos de criação de uma zona de exclusão aérea no país.

Nenhum comentário: